Websites

Elias Akhenaton

Sou rondoniense, nascido no município de Porto Velho, capital do Estado de Rondônia, região norte do Brasil, de ascendência indígena e cigana. Meu nome de batismo é Elias Ferreira da Silva, no meio literário, uso o pseudônimo de Elias Akhenaton, Akhenaton em homenagem ao Faraó poeta da XVIII dinastia egípcia, cujo nome de nascimento era Amenhotep IV ou sua forma grega Amenófis IV, adotando posteriormente o nome de Akhenaton, em homenagem ao Deus sol, Aton, história bastante conhecida dentro de algumas fraternidades iniciáticas existentes no mundo, principalmente as milenares;
Escrevo poesia desde a adolescência, costumava fazer poemetos de amor para a namorada e assim foi aflorando a inspiração, mas acho que qualquer pessoa pode escrever poesias, basta deixar aflorar as emoções; uma alegria, uma lágrima sentida e assim vão-se exteriorizando as sensações, deixando-as impressas no papel, lançadas ao infinito do céu;
Apesar de escrever poesias há bastante tempo, não costumo participar muito de concursos de poesias, até hoje participei de apenas dois concursos, um realizado pelo aposentado Orkut, obtendo o primeiro lugar com o poema “soneto de natal” e outro no site de poesias Poemas de Amor, obtendo a terceira colocação com o poema “o amor é divino”, participei de duas antologias poéticas; Melhores da Poesia Brasileira e Café com Verso;
Sobre religião; nasci na igreja católica, fui educado na igreja evangélica (batista tradicional), mas desde minha maioridade sigo a religião espírita, contudo, na busca do autoconhecimento, já participei de outras correntes religiosas como; candomblé, hinduísmo, união do vegetal, entre outras. Mantenho estreitos laços fraternos com todas, pois não tenho qualquer tipo de preconceito, seja religioso, credo, raça, cor ou qualquer outro, cada um é livre para seguir o que o coração necessita para libertar-se e alcançar a merecida paz, felicidade e serenidade com o seu Deus;
Pois não há maior templo que aquele edificado no interior de cada ser humano, em cada coração;
Atualmente estou solteiro, mas fui casado durante 23 anos, tenho duas filhas, a Chriscia Carine e Nichelle Tainára;
Fui funcionário público durante 18 anos, mas estou há 17 anos na iniciativa privada;
Amo a Mãe Natureza com todos os seus mistérios e belezas, uma de minhas fontes de inspiração, aliás, para qualquer poeta;
Sou um homem simples, corajoso e sincero que acredita na justiça divina e no amor puro. Como ser humano, sou cheio de defeitos, não sou perfeito, mas estou sempre disposto a aprender e lapidar minhas imperfeições, nos momentos e oportunidades do meu dia-a-dia, procurando novos aprendizados, ou seja, sou um eterno aprendiz, é a vida quem diz;
Na poesia costumo me definir como um peregrino da vida, beija-flor cigano e pescador de emoções. No dia 01/11/2011, fui nomeado Embaixador Universal da Paz pelo Circle Universel des Ambassadeurs de la Paix, Suisse/France;
Gosto de ler, ouvir música e de praticar esportes. Gosto de ler principalmente os poetas místicos que deixaram seus nomes na história, como; Gibran Khalil Gibran, Fernando Pessoa, Tagore, Rumi, entre outros. Na música, sou bastante eclético, escuto desde o new age ao pop rock. Já no esporte, gosto de fazer caminhadas, jogar um futebol com os amigos e tênis de mes